DATA: 12/01/2017 | FONTE: 1 ICMBIO APLICA MULTA MILIONÁRIA POR DESMATAMENTO NA APA ILHAS E VÁRZEAS DO RIOPARANÁ Segundo a fiscalização do ICMBio, entre 2008 e 2015 o proprietário destruiu mais de 600 hectares de um importante ecossistema da unidade de conservação, denominado veredas.

 

 

Nesta última semana o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) multou em R$ 6 milhões o proprietário de uma fazenda em Taquarussu/MS por desmatamento na Área de Proteção Ambiental (APA) das Ilhas e Várzeas do Rio Paraná, uma unidade de conservação federal de uso sustentável, criada entre os estados de São Paulo, Paraná e Mato Grosso do Sul, cujos objetivos são a proteção dos ecossistemas pantaneiros, das florestas de várzea e dos recursos hídricos.

 Segundo a fiscalização do ICMBio, entre 2008 e 2015 o proprietário destruiu mais de 600 hectares de um importante ecossistema da unidade de conservação, denominado veredas. Atualmente a área vem sendo drenada e utilizada para a pecuária.

As veredas são ambientes que deveriam permanecer intocados por serem áreas de preservação permanente (APP). Possuem características típicas de savana, são encontradas em ambientes com solos encharcados e alagados com a presença da palmeira buriti. Apesar daAPA estar localizada inteiramente sob o domínio da Mata Atlântica, ocorrem em seu interior manchas de ecossistemas de savana e de pantanal o que torna o ambiente ainda mais especial e rico em biodiversidade.

A divulgação do procedimento de autuação se deu na reunião plenária do conselho gestor da APA, realizada nesta última sexta-feira (dia 01) na cidade de Nova Londrina/PR. Em reunião anterior, o conselho da APA havia proposto e aprovado uma moção apelando ao Governo do Estado do Mato Grosso do Sul e ao Governo Municipal de Taquarussu, para a criação de uma Estação Ecológica ou Reserva Biológica na área ameaçada.

A APA, que possui um milhão de hectares, possui apenas 14,7% da vegetação de mata atlântica originalmente existente e de acordo com a equipe do ICMBio é inadmissível que ainda existam áreas naturais sendo destruídas e transformadas em pasto. Estas são as únicas veredas existentes na APA Ilhas e Várzeas do Rio Paraná e para que o pisoteio do gado e a drenagem das áreas úmidas não aumentem os dados ao ambiente, o Instituto Chico Mendes aplicou também a sanção de embargo ao imóvel.

 



PARCEIROS